sexta-feira, 17 de abril de 2009

Até Logo

Estou há muito querendo escrever....sobre um tema que já havia esquecido que existia...
e não conseguia....tinha as frases soltas...
mas elas não se encaixavam...não tinha estrutura..não tinha harmonia.....
acho que agora...chego a um ponto crucial diante de um fato(que não descreverei aqui)
que preciso escrever...sinto essa necessidade da escrita.....

Um momento onde as coisas realmente se definem....
que as escolhas realmente tornam-se escolhas e se concretizam....
cada um com suas escolhas...com suas devidas escolhas.....
É a escolha da vida(talvez...não sei...conclusão minha)....que faz agora...acredito que sem volta...
apesar de que acredito que o mundo sempre gira e dá muitas voltas...
A minha escolha fiz há muito tempo...
a escolha de mim mesmo...das prioridades minhas...e nada mais....
a sua...acredito que não mude o rumo de nada....
apenas acrescenta o que escolheu há algum tempo atrás.....

Em épocas anteriores fui muito apegado a detalhes teus...a gestos...
a coisas tão pequenas....que para mim eram o mundo...eram a vida.....eu girava em torno disso.....
Tive que desapegar-me disso tudo, tive que aprender a não me apegar.......e assim o fiz.....
lentamente, desapeguei-me de tudo que era teu, de tudo que eu olhava e lembrava de ti...
Por vezes ainda lembro(tenho que admitir).....de momentos...de situações.....
ao passar por lugares comuns(um bem representativo)...que algo tenha contecido.....
de algo que tenhamos feito...

Mas são lembrancas boas apenas....mas são passado....passado distante(ou nem tanto)....
Tento lembrar apenas os momentos bons...os momentos ruins...
os momentos de dúvidas e incertezas.....procuro não lembrar...mas admito....
eles ainda batem a porta quando estou sozinho..
na escuridão do meu quarto ou no vazio dos meus pensamentos....
Mas tudo é passado...e ninguém vive disso...
quem seria eu para tentar viver do que não existe mais....
e nunca mais existirá.....e que nunca mais voltará...

Difícil escrever tudo isso..já era assunto deixado para trás...
prometido de nunca mais se escrever...
Mas não deu...falhei.....
não consegui guardar isso apenas para mim...tive que desabafar.....
por vezes as coisas chegam a certos pontos e tornam-se inevitáveis.....
assim como a lágrima que creio escorrerá pelo rosto....
tímida e solitária.....quando ficar sozinho e afundado em pensamentos...
mas não quero....não quero que ela saia..não quero que ela escorra...percorrendo meu rosto...
tentarei deixá-la guardada.....derramando-a apenas quando realmente achar que deverá....
apesar de que o momento talvez seja esse(creio que não)....

Já houveram outros muitos momentos que essa mesma lágrima quis sair.....
mas havia prometido para ela que ela não sairia novamente tão cedo.....
sairia apenas quando fosse realmente a hora......quando realmente estivesse pronta.....
e digo que há muito tento enganá-la para que ela não saia.....quase que em vão....
embora ultimamente tem sido difícil controlar....mas tento manter o controle......

Talvez muito pior guardar e não deixar que saia.....assim quando ela sair....
sairá com muitas outras mais, juntando-se a tantas outras, dores, mágoas, decepções.....
enfim...elas ainda não sairam pela completa falta de tempo de ficar a sós com elas....
apenas nós.......acho que em uma tarde qualquer ficaremos sós...
e então resolvo libertá-las de vez......todas elas...mas ainda não.......(mesmo?)

No início...não sabia o que ia acontecer....e só havia um jeito de saber...tentar......
e foi o que fiz....tentei.....
Sempre fui de fazer as coisas e ver o que acontece...a vida inteira foi assim...
e sei que também é assim.....não me arrependo em nada do que fiz.....
espero que tu também não(sei que não vai)...

Desejar-lhe sorte e felicidade???Não..creio que não precise...ainda mais de mim....
Sempre foi tão independente e segura(segura talvez nem tanto)..
Não sei o que te desejar......talvez apenas...um....até logo.....

---------
Muito ponderei antes de escrever tudo isso....muito pensei e repensei antes de postá-lo...
senti medo....me faltava coragem para expor tudo que ele descreve......
não sei se era tão necessário externá-lo.....mas sentia que precisava desabafar.....
precisava desaguar tudo isso que estava preso...talvez engasgado......
sem tristezas.....sem lágrimas, por mais que a vontade seja grande......
ainda não são merecedoras da liberdade(ainda)....

Um comentário:

Juliana disse...

fiquei triste de ler... masss
tá lindo igual
beijo
\o/